Escaladas guiadas - vias

Costão do Pão de Açúcar

3 a 4 horas (total). Caminhada, com 20 metros de escalada fácil (2° grau)

A face leste é a menos íngreme, e lá está o Costão do Pão de Açúcar, o caminho mais fácil para se chegar ao cume.

É uma caminhada em trilha e em rocha, com vistas lindas do Rio: enseada de Botafogo, baía da Guanabara, as praias de Copacabana, Ipanema, os Dois Irmãos, a Pedra da Gávea lá longe, e até a serra dos órgãos, nos dias mais secos.

No meio da subida há um trecho de escalada de 20 metros. Fácil, mas requer equipamento (que emprestamos). Sapatilhas de escalada são opcionais, mas ajudam, para quem já tem.

Uma vez no cume, a descida de bondinho é gratuita até o Morro da Urca. De lá, descemos a trilha em cerca de 15 minutos. A atividade toda costuma levar 3 horas. Começamos às 2 da tarde, para caminhar na sombra.

K2 no Corcovado

3 a 4 horas (do carro ao carro) 140 metros (4° grau)

Esta linda via na face leste do Corcovado é um grande clássico. São 140 metros, graduada em 4° V.

Normalmente feita em 4 esticões, ela tem lances de oposição, aderência e agarras, sempre acompanhados de uma vista fabulosa da zona sul do Rio.

Chegando ao cume, bem aos pés da estátua do Cristo Redentor, atravessamos a multidão de turistas de olhar curioso para contemplar o outro lado da cidade.  A vista de 360° é mundialmente famosa, e está na lista de todos que vêm ao Rio. Mas só os escaladores podem ter a K2 como bônus.

Via dos Italianos com (ou sem) Secundo

3 a 4 horas (do carro ao carro) só Italianos - 100 m (5° V+); ou 5 a 6 horas indo ao cume: mais 170 m (4° grau)

A via dos Italianos é uma das mais famosas e procuradas do Rio.

Ela sobe reto bem no meio da íngreme face oeste do Pão de Açúcar. A parede é bem vertical, com uma vista sensacional do Rio, que vai melhorando a cada esticão.

A trilha leva cerca de 30 minutos. São 2 a 3 esticões de agarras, com crux de V+.

​No fim da via é possível seguir até o cume, pela Secundo Costa Neto (últimos 4 esticões, de 4° grau) ou pela via CEPI (cabo de aço).

Para descer, pegamos o bondinho até o Morro da Urca (sem custo) e descemos a trilha, em cerca de 15 minutos.

Escalamos a Italianos de manhã, na sombra.

Vias no morro da Babilônia

3 a 4 horas (do carro ao carro). 150 a 200 metros (3° a 4° VI grau)

Com várias opções de vias de dificuldade moderada, e a trilha mais curta da Urca, o Babilônia é uma ótima opção para ter o primeiro contato com a rocha do Rio.

As vias têm de 3 a 4 esticões, em boas agarras. São retas e simples de rapelar, com uma vista linda do Pão de Açúcar e da praia vermelha, em frente.

Como tem pouca vegetação, a parede seca em poucas horas. Costuma ser a primeira opção depois da chuva.

É preciso levar um documento com foto, que fica na recepção da entrada do morro da Babilônia durante a escalada.

Irmão Menor do Leblon - Via: O Sorriso do Lagarto

4 horas (do carro ao carro). 100 m até o cume (5° VI+)

"O Sorriso do Lagarto" é a via mais curta que leva ao cume do Irmão Menor do Leblon (já que a chaminé Ivo Pereira está sem condições de segurança).

A caminhada de aproximação leva cerca de 40 minutos, começando no estacionamento do

"Parque dos Penhascos 2 Irmãos", no Leblon.

A via é bem técnica, tem o segundo esticão bem vertical e mais atlético, e o crux fica no terceiro.

No 4° esticão, escalamos um trecho da via vizinha e chegamos ao cume, com vistas fantásticas do Irmão Maior, praias, lagoa, Pedra da Gávea e Corcovado.

A descida é de rapel, pela mesma via. A trilha de volta é a mesma da ida.

Fica na sombra pela manhã, especialmente no verão.

Chaminé Stop

5 a 6 horas (3° III+ 240m)

A Stop tem lances de agarras no primeiro e no último esticão, mas todo o restante da via é chaminé. Conquistada em 1944, foi a segunda via a atingir o cume do Pão de Açúcar. Verdadeira aula de história, e da técnica de chaminé, hoje tanto esquecida. Tem largura didática e confortável. 

Bom treinamento pra quem quer escalar o Dedo de Deus.

Dedo de Deus

8 horas + viagem de ida e volta. Trilha forte de 2 horas, via fácil (3° IV)

Primeiro vamos de carro até Teresópolis, em cerca de 1 hora e meia. O ideal é sair do Rio às 5:30.

A trilha é bem íngreme, do começo ao fim. Com certeza é a parte mais exigente da atividade. Em menos de 1 hora, chegamos ao primeiro cabo de aço. Alí usamos o equipamento por 2 esticões, na parte mais exposta. Depois continua a trilha, com mais cabos (alguns gostam de usar luvas de trabalho alí) e ao completar 2 horas chegamos à base do polegar e da face leste do dedo de Deus.

A "Leste" é a via mais fácil da montanha. Tem 3 chaminés curtas e fáceis, lances de aderência e de agarras, com destaque para a Maria Cebola, uma diagonal que segue por baixo de um teto, com a rodovia visível lá embaixo. É uma via no estilo antigo, com lances longos e esticões curtos.

O cume é fantástico, com vista total da serra dos órgãos. Com certeza vale todo o esforço. 

O rapel é pela via mais antiga e reta, a Teixeira, com trechos bem verticais.

Coringa com Costão

3 a 4 horas (3° III+ 110m + Costão)

Via clássica na face sul / sudeste do Pão de Açúcar. 

É considerada um 3° grau difícil, pelo estilo das agarras, que exigem mais dos pés.

É um bom começo pra quem pretende fazer Ás de Espadas e Alfredo Maciel, na mesma parede.

Normalmente é escalada em 3 esticões, sendo o último mais curto.

Depois seguimos pelo Costão do Pão de Açúcar, face leste, até o cume. 

A descida de bondinho é gratuita até o morro da Urca. Depois, 15 minutos de caminhada descendo até a pista.

Sombra à tarde.

Please reload

 
 
 
 
 
 
 
  • Instagram Social Icon
  • Vimeo Social Icon
  • Facebook Social Icon

© 2016 por MIGUEL MONTEZA