Madame Satã: Manutenção





Esta via foi a primeira conquista nas aderências do Sumaré (André Ilha, 1984), e a primeira que escalei por lá, nos anos 90.


Autorizado pelo André Ilha, em 29/5/2021 fui lá com o Raphael Santiago, para trocar os grampos de 3/8 por grampos de ½ e duplicar a parada 2. Não sabíamos a quantidade exata, então levei 8 grampos.


Raphael guiou os 2 primeiros esticões, e eu subi trocando. Na P2 (indicada no croqui do guia da Floresta 1ª edição), Raphael instalou um grampo, duplicando a parada.


Guiei o 3° esticão, que já termina em 2 chapeletas pinGo, instaladas pelo Flávio Leone (autorizadas pelo André Ilha por ficaram em um trecho úmido). Nesse esticão Raphael bateu o último grampo que tínhamos e deixou mais 4 furos prontos e limpos.


Dos 8 grampos cortados, conseguimos guardar 6 e um olhau.



Os grampos de ½ serão doados pelo André Ilha.




Posts Em Destaque
Posts Recentes